segunda-feira, 27 de março de 2017

ESTADO VIBRACIONAL - Pesquisas, Técnicas e Aplicações

Queridos amigos,
descobri recentemente na biblioteca da escola de medicinas orientais que frequento, este livro que explica como funciona nossa energia pessoal e evidência os fluxos bioenergéticos com o meio envolvente. Refere práticas para harmonizar a energia interior e práticas centrifugas e centrípetas, ora para harmonizar o exterior com a nossa energia, ora para absorver energias de algum local saudável.

Além disso explica muito bem a necessidade de tomar consciência de acordo com a sensibilidade, o veiculo de manifestação, a interpretação, a leitura energética... Porque é importante ter percepção aguçada e clara das próprias energias e das energias que atuam dentro do individuo mas que não lhe pertencem directamente. Qual a influência que os outros têm em nós? Principalmente aqueles que nos são mais próximos pelos laços do amor.

Há algum tempo que ando para escrever aqui sobre D1 e E1 porque creio que é possível expandir o âmbito deste tipo de desafios e experiências para além do simples facto duma pessoa verbalmente intrometer-se na nossa vida (D1). Consegui perceber que durante anos fui uma personalidade bastante influenciável e lutei inconscientemente contra interferências energéticas imperceptíveis naquela época. Atualmente no 4ºciclo de E1, mais consciente dessas invasões emocionais e mentais, a que todos estamos sujeitos, quer de outras pessoas, outros seres, locais, quer até de vidas passadas, vou aos poucos ganhando autodominio, aprendendo a gerir os desequilíbrios.

Recomendo leitura sem sobra de dúvida.
Beijo no vosso coração
Rute

quinta-feira, 16 de março de 2017

A Prova de Fogo

Quando estamos passando serias dificuldades, costumamos dizer que estamos vivendo uma provação, ou uma prova de fogo. Aprendemos  que as adversidades são como o esmeril que irão provar se nossa alma é de ferro ou de barro.

Vejo agora de forma diferente. 

As adversidades podem não ser a prova, mas sim as lições, que estão nos ensinando a vivenciar a escassez e a dificuldade, e a obter o máximo diante do mínimo, a exercitar nossa inteligencia e nossa sensibilidade diante da vida e das pessoas.

A prova mesmo não acontece na escassez, porque para ser uma prova é preciso haver opções de escolha, e na escassez não temos outra escolha. 

A prova seria a fartura e a abundancia, quando tudo vai bem e nos sentimos seguros e confiantes.

É fácil ser econômico quando não se tem recursos, ter compaixão com as pessoas quando sofremos as mesmas injustiças que elas, sermos eficientes e rápidos quando não temos muito tempo, sermos  cuidadosos quando sabemos que estamos em terreno minado...

Difícil mesmo é quando tudo é fartura e abundancia, quando temos poder, virilidade, juventude, beleza e energia sobrando.

Será que lembraremos dos que não tem recursos quando estivermos sentados a uma mesa farta?  Será que lembraremos dos injustiçados quando tivermos o poder para mudar as coisas e fazer a nossa vontade se impor sobre os demais? Como será que agiremos diante do poder capaz de oprimir os inimigos e eliminar as ameaças?

Esta, meus amigos,  é a verdadeira prova de fogo para qualquer ser humano!

Ser um Papa por exemplo, é a maior prova de humildade. Ser um grande empresário, um governador, um presidente, ou mesmo um pai, um chefe ou qualquer posição em que as circunstancias nos confira o poder de mudar a direção das coisas e impor nossa vontade sobre os outros.

São gigantescas provas de fogo que irão testar de fato se nossa alma é capaz de sentir a vida ao seu redor, e compartilhar suas energias e sabedoria,  ou se deixar cair na ilusão do poder individualista e totalitário.


João Sérgio

domingo, 12 de março de 2017

Estimulo e Motivacao

Muitos acreditam que o conhecimento é adquirido quando leem uma lição ou um Livro ou quando ouvem uma orientação.

Mero engano. Isso é só um estimulo.

É o alimento bruto que precisa ser ainda digerido.

Existe uma diferença entre estimulo e motivação. Estimulo vêm de fora e nos toca, e pode até despertar uma motivação. Mas motivação (motivo para a ação) é algo que vem de dentro como um motor que nos move em direção a um objetivo.

O Mestre estimula e espera que o aprendiz se motive.

O conhecimento é algo que extraímos de dentro de nós quando o colocamos em pratica e buscamos respostas para nossas dúvidas e isso requer a motivação que vem da sede de conhecimento.

Funciona parecido com o que ocorre com um animal ruminante que precisa digerir o alimento já absorvido.


A medida que experimentamos e observamos, vamos quebrando as resistências impostas pelas nossas crenças limitantes permitindo que nossa Alma assimile e incorpore a essência do conhecimento e o transforme em sabedoria.

sábado, 4 de março de 2017

O jogo das bolinhas em movimento

São 9 bolinhas.

Uma de cada cor e cada uma com um número.

Vc pode até decorar o significado de cada uma delas, mas isso não vai ter utilidade, porque a vida é um jogo de malabares  em equilíbrio e movimento.

Para aprender é preciso praticar até ficar um craque.

Só em movimento as bolinhas comecam a fazer sentido, umas interagindo com as outras.

As respostas devem brotar expontaneamente do inconsciente. Como aquelas mensagens que só se consegue ler através do movimento. Só com muita prática...

Somente assim se pode compreender o jogo do universo, que é puro movimento.

Por isso tem tanta gente que entende de números mas não da alma, e poucos verdaderamente  mestres em numerologia, tão cegos quanto aqueles que lhes consultam.

Numerologia é uma ciência quantica!